Taxonomias no SAFT (PT)

De acordo com a portaria 302/2016 é alterada a estrutura do ficheiro SAF-T que passa a conter mais informação contabilística. Tal medida visa simplificar o envio da IES de 2017.
A partir de 1 de Julho de 2017 os programas de contabilidade devem estar preparados para esta exigência da AT.

Veja como o SAFTonline simplifica e aumenta a produtividade do seu gabinete.

Para enviar o DMR á AT sem perder tempo no portal DMR AT

Para ir automaticamente em lote buscar os fundos de compensação dos seus clientes

O que é o IUC - Imposto Único de Circulação

O IUC é um imposto anual que incide sobre a propriedade (e não sobre a circulação), pago até o veículo ser abatido e actualizado todos os anos em Janeiro.
É o imposto que substitui o antigo “selo do carro” e não deve ser confundido com o ISV, que é um imposto pago apenas quando o veículo é matriculado pela primeira vez (em novo ou como importado usado) e que já está incluído no preço de venda no caso dos novos. O pagamento é feito sempre no mês da matrícula do carro ou no mês anterior. O pagamento do IUC quando compra um carro novo ou importa um usado deve ser feito pela primeira vez até 90 dias depois da data da matrícula. Para calcular o pagamento do IUC é sempre a data da matrícula portuguesa e não a data de fabrico do automóvel. Logo, os automóveis usados importados pagam consoante a data da matrícula portuguesa e não consoante a data de fabrico ou da matrícula do país de origem.

Todos os meses tem de ir ao portal da AT, entrar no seu cliente, ir viatura a viatura recolher os dados, para emitir os respectivos pagamentos…
De que forma o SAFTonline o vai ajudar nesta tarefa?
O serviço SAFTonline, recolhe automaticamente os dados em lote no portal da AT, relativos a todas as viaturas dos seus clientes.
Utilizando esta funcionalidade, nunca se vai esquecer de pagar o IUC, evitando assim as coimas.
Poupe o seu tempo, evite erros e deixe os seus clientes mais satisfeitos.

https://www.saftonline.pt/iuc-imposto-unico-circulacao-2017/

O que é o Fundo de Compensação?

O novo regime criado pela Lei 70/2013 de 30 de Agosto vem garantir aos trabalhadores com contratos de trabalho posteriores a 1 de outubro de 2013, o pagamento de 50% da compensação devida por cessação do contrato de trabalho, por cálculo dos termos do artigo 366º do Código do Trabalho.

Como aderir ao FCT: A adesão ao FCT é efetuada por iniciativa da entidade empregadora e exclusivamente por via eletrónica, através do site www.fundoscompensacao.pt.

Como Pagar: O pagamento é obrigatório, mensal e corresponde a 1% do vencimento base e diuturnidades a que os trabalhadores tenham direito, distribuído da seguinte forma:
0,925% ao Fundo de Compensação do Trabalho (se aplicável)
0,075% ao Fundo de Garantia de Compensação do Trabalho

A emissão de documento para pagamento é realizada no site www.FundosCompensacao.pt, a partir do dia 10 de cada mês.
O pagamento é devido entre os dias 10 e 20 de cada mês.
O pagamento pode ainda ser realizado até ao dia 8 do mês seguinte, mas sujeito a contagem de juros diários a partir do dia 20.
Os juros correspondentes serão incluídos no pagamento do mês seguinte.

Incumprimento: Caso a entidade empregadora não realize a respectiva entrega mensal até ao dia 20 de cada mês entra em incumprimento, facto que constitui contra-ordenação grave

Exemplo de Classificação Contabilística:

– Lançamentos contabilísticos aquando do processamento salarial:
Pelo processamento do salário:
Débito:
Conta 4157 x – Outros investimentos financeiros – FCT – Trabalhador X, com o valor de 9,25€;
6357 – Encargos sobre remunerações – FGCT, com o valor de 0,75€;
Crédito:
2487 – Outras tributações – FCT e FGCT a pagar, pelo montante de 9,25€;
2487 – Outras tributações – FCT e FGCT a pagar, pelo montante de 0,75€;

– Lançamentos contabilísticos aquando da entrega mensal aos fundos:
Pela entrega ao FCT e ao FGCT:
Débito:
2487 – Outras tributações – FCT e FGCT a pagar, pelo montante de 9,25€;
2487 – Outras tributações – FCT e FGCT a pagar, pelo montante de 0,75€;
Crédito:
Conta 12x – Depósitos à Ordem, com o valor de 10€.

Sugestão: Dada a constituição, reforço e reembolso dos FCT ou ME serem em função dos colaboradores, deve-se identificar/validar em cada operação e manter um histórico individual atualizado.

De que forma o SAFTonline o vai ajudar nesta tarefa?
Agora ja não precisa de ir ao site http://www.fundoscompensacao.pt para emitir “um a um” em cada cliente, o respectivo documento.
O serviço SAFTonline, permite processar automaticamente a emissão dos documentos para pagamento dos Fundos de Compensação, associados a todos os seus Clientes, de uma só vez!
Basta para isso ter as empresas configuradas no SAFTonline e ao dia 10 de cada mês o nosso sistema vai automaticamente por si ao site, recolhe o respectivo documento e desponibiliza-o na nossa pagina, quer seja para 1 ou para 100!
Poupe o seu tempo, de forma simples e segura, com alertas que o mantêm sempre informado(a).

https://www.saftonline.pt/fundos-compensacao-emissao-automatica-documento-pagamento/

Importador de dados dos Recibos Verdes para contabilistas.

O seu cliente esqueceu-se de enviar os recibos que recebeu e que têm retenções na fonte de IRS?

Não sabe quantos Recibos Verdes a empresa do seu cliente recebeu?

Com o importador automático de Recibos Verdes, tenha sempre presente os recibos que foram emitidos aos seus clientes, bem como todos os valores a eles associados sem ter de ir ver ao portal da AT.

Pode exportar a informação para Excel.

Ajuda no preenchimento do Modelo 10

Poupa tempo, terá maior produtividade, comodidade e maior controlo.